© 2018  - www.drasi.com.br

A Inovação Disruptiva é a Melhor Estratégia para seu Negócio?

 

 

Muito se fala sobre inovação disruptiva, mas poucos entendem o que realmente significa.  Disrupção é uma quebra ou descontinuação de um processo já estabelecido sendo substituído por um novo processo mais eficiente e tornando o anterior obsoleto e desnecessário.

 

Quando se fala em inovação, logo pensamos do tipo disruptiva, mas será este o melhor a forma de inovar nas organizações? Segundo W. Chan Kim e Renée Mauborgne, autores do livro A Transição para o Oceano Azul, as organizações podem construir sua estratégia de criação de mercado inovando de três formas:

 

1 - Inovação Disruptiva - oferecer uma solução revolucionária para um problema existente no setor. Neste modelo a solução proposta torna a solução existente obsoleta e descartável em um curto espaço de tempo. Como exemplo podemos citar o CD player que substituiu os discos de vinil, logo depois vieram os pendrive e agora as plataformas de música on-line como o Spotify.

 

2 - Inovação Não Disruptiva - identificar e solucionar um problema totalmente novo ou aproveitar uma oportunidade inédita. É algo totalmente novo que sequer pensávamos que pudesse existir e que provoca profunda transformação quando adotado em massa pelas pessoas. A própria internet é um bom exemplo, antes de existir, não sentíamos sua falta e hoje somos totalmente dependentes dela.  

 

3 - Um meio termo (acho que ainda sem um nome específico) - o foco aqui é redefinir e solucionar um problema existente no setor. Um bom exemplo é a máquina de frituras que não utiliza óleo (air fryer). A inovação aqui foi eliminar o óleo vegetal, um item indesejado no processo que eleva o custo, é perigoso e um poluente da natureza. O produto deste processo é o mesmo, o alimento frito, porém de menor custo, risco e mais saudável.

 

Inovações disruptivas e não disruptivas são raras e mais difícil de acontecer, é como achar uma agulha no palheiro além da necessidade de grandes investimentos. Acredito que o meio termo seja a grande oportunidade de inovação para a maioria das organizações tradicionais e inclusive para as startups. São empresas que possuem mercado, clientes, produtos e serviços que necessitam ser revistos principalmente a partir de uma nova perspectiva da experiência do cliente e digitalização do modelo de negócio.

 

Sérgio Calura é sócio da Drasi, o que fazemos é conectar pessoas e organizações com a Nova Economia do Século 21. A Drasi ajuda você a repensar seu negócio a partir de nova perspectiva inovadora e sustentável para seu negócio.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

RPA - Robotic Process Automation em Ação

1/10
Please reload

Posts Recentes

March 19, 2019

February 1, 2019

Please reload